Bancada Fadiga

 A bancada de fadiga constitui-se em um equipamento com sistema de supervisório que possibilita que a configuração dos números de ciclos X a vazão de ensaio, permitindo selecionar a linha de teste de forma independente para a realização do ensaio de fadiga contínua e/ou cíclica. 

A bancada atende os requisitos estabelecidos na portaria do INMETRO 246/2000, bem como a ABNT NBR 15.538. O equipamento pode ser projetado para a realização dos ensaios em uma variedade de DNs conforme especificação do cliente. Desenvolvida para obter precisão nos ensaios e máxima produtividade, em conformidade com o Regulamento Técnico Metrológico do INMETRO.


Descrição Catálogos  
 

  • A bancada permite a utilização de padrões de vazão do tipo velocimétrico estático, do tipo ultrassônico tempo de trânsito ou eletromagnético, de acordo com a necessidade de precisão de cada faixa de vazão;
  • A bancada possibilita a regulagem de uma faixa de vazão entre 10 a 30.000L/h. Como padrão de temperatura instalado no equipamento, temos um sistema de medição de contato direto do tipo PT-100, com conversor RTD com saída de sinal analógico de 4-20 mA incorporado, este instrumento é fornecido com laudo de calibração emitido por laboratório credenciado pela RBC;
  • A bancada possui manômetros do tipo tubo de Bourbon, com caixa em aço inoxidável e componentes internos em latão, com escala analógica circular de 0 a 10 bar para indicação da pressão de alimentação e pressão na saída dos medidores montados na linha, estes manômetros são fornecidos com laudo de calibração emitido por laboratório credenciado pela RBC;
  • Opcionalmente pode ser instalado um sensor eletrônico de pressão, do tipo célula resistiva ou capacitiva, com sinal de saída analógico de corrente de 4 a 20 mA, faixa de indicação de 0 a 10 bar, exatidão típica de ±0,5% do valor medido, menor divisão de 0,001 bar;
  • A pressão monitorada, bem como o sinal de alarme por falta ou excesso da pressão poderá ser indicada em uma tela de cristal líquido, em local de fácil visualização, juntamente com as demais grandezas físicas do equipamento.